Menu
RSS

Projectos MESCTI

PDCT-MESCTI, em Parceria com a Elsevier, Organiza Workshop Sobre Investigação Científica

O Projecto de Desenvolvimento de Ciência e Tecnologia (PDCT), em parceria com a editora científica Elsevier, está a realizar, desde ontem, dia 20 de Fevereiro de 2024, no Hotel Continental Horizonte, em Luanda, um workshop sobre investigação científica. O evento decorrerá ao longo de 4 dias, isto é, até ao dia 23 de Fevereiro do corrente ano. O objectivo deste workshop é capacitar os participantes com as competências necessárias para elaborar e avaliar propostas de investigação científica competitivas, escrever artigos científicos e gerir projetos de investigação científica, seguindo as melhores práticas internacionais.

A formação enquadra-se no âmbito de um contrato assinado em 2021 com a Elsevier, com o propósito de facilitar o acesso a revistas científicas, promovendo assim o desenvolvimento da investigação científica em Angola. Durante a sessão de abertura do workshop, a Ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria do Rosário Bragança, fez um balanço positivo deste contrato de 3 anos, que está prestes a terminar (Outubro de 2024). Destacou ainda que em 2021, a base de dados Scopus contava apenas com resultados de 5 instituições angolanas, enquanto que em 2024, o número subiu para 31, embora nem todas sejam instituições de ensino superior e investigação científica. A Ministra apelou aos participantes para que assumam a responsabilidade de replicar estas acções nas suas instituições.

A formação incide sobre a elaboração de propostas de investigação científica competitivas, avaliação de propostas de investigação científica, publicação científica e gestão de projectos de investigação científica financiados. Os formadores deste workshop são dois especialistas propostos pela Elsevier, um da Universidade Nova de Lisboa e outro do Instituto Politécnico de Bragança, ambos de Portugal. O público-alvo são docentes universitários e investigadores científicos.

O PDCT é um projeto financiado em 90% por um empréstimo do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) e em 10% pelo Governo de Angola, que visa contribuir para a diversificação da economia angolana através da inovação científica e tecnológica, sendo executado pelo Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI). A Elsevier é uma editora holandesa especializada em conteúdo científico, técnico e médico, sendo uma das principais organizações do mundo na área da publicação científica.

Na abertura deste workshop estiveram presentes a Ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria do Rosário Bragança, o Coordenador do Projecto de Desenvolvimento de Ciência e Tecnologia, Ricardo Queirós, o representante da Elsevier para a África Subsariana, Sherif Gazy, e cerca de 90 formandos (presencial) de diversas instituições de ensino superior e de investigação científica do país. Por outro lado, o evento conta ainda com a participação online de mais de 200 académicos de todo o país. 

 

 

 

 

Ler mais ...

PDCT participou no Workshop sobre Políticas e Prácticas de Financiamento para uma Ciência e Tecnologia Global, Ética, Inovadora e Relevante

No âmbito do Workshop realizado no dia 16 de Janeiro em Luanda, no Hotel Monalisa, promovido pelo consórcio entre a Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FUNDECIT), o Fundo Nacional de Investigação de Moçambique (FNI) e a Fundação para a Ciência e a Tecnologia de Portugal (FCT), com o objectivo de debater e recolher subsídios para melhoria das políticas, estratégias e prácticas em matéria de Ciência e Tecnologia, focalizando nos instrumentos de financiamento, o Projecto de Desenvolvimento de Ciência e Tecnologia (PDCT) foi convidado e representado pelo seu Coordenador, Ricardo Queirós, que participou da Mesa Redonda sobre “Política do Género na Práctica”, na qual também participaram Justine Furtado, Perita Técnica do Programa UNI.AO, Carlos Tuti, Técnico da FUNDECIT, com a moderação de Sandra Afonso, Directora Geral do Centro Nacional de Investigação Científica (CNIC).

O Coordenador do PDCT fez a apresentação do PDCT, frisando o objectivo geral, suas principais actividades, destacando a Construção do Parque de Ciência e Tecnologia de Luanda e a participação das mulheres em cada actividade, nomeadamente: i) atribuição de bolsas de estudo a nível nacional para meninas no Ensino Secundário (mais de 800 bolsas desde 2019 até ao momento); ii) financiamento de projectos de Investigação Científica (73 projectos aprovados, com uma coordenação a 32% a nível do sexo feminino, sendo 50% a meta para esta actividade.); A nível de bolsas pós-graduação, indicou que foram assinados dois acordos de cooperação, uma com a Universidade de Lisboa (ULisboa) e outro com a Universidade de São Paulo (USP).  Na ULisboa, das 30 candidaturas aprovadas, 17% são do sexo feminino e na USP são 31% das 32 candidaturas validadas pela a USP até ao momento. O Coordenador ressaltou que o número de candidatas é baixo, variando entre 17 a 26% do total. Informou que o PDCT tem-se comprometido em melhorar a divulgação de cada Edital lançado, apela as instituições que incentivem cada vez mais as mulheres a concorrerem e que no caso de empate nas avaliações, dá prioridade ao sexo feminino. Ainda sobre as mulheres e meninas na Ciência e Tecnologia (CT), foram partilhados os resultados e recomendações do Estudo sobre a Disparidade de Género na CT em Angola, promovido pelo PDCT.

Participaram do evento, a Ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria do Rosário Bragança, a Secretária de Estado para Ciência e Tecnologia, Alice Ceita e Almeida, o Secretário de Estado para o Ensino Superior, Eugénio Alves da Silva, a Embaixadora e Chefe da Delegação da União Europeia em Angola,  Rosária Bento Pais, Representantes da FCT e do FNI, o Director da FUNDECIT, Mário Fresta, Reitores, Directores, Investigadores Científicos, Docentes Universitários, Gestores e Técnicos de Investigação.

 

 

Ler mais ...

PDCT-MESCTI realizou visita de acompanhamento aos seus bolseiros na Universidade de Lisboa

O Projecto de Desenvolvimento de Ciência e Tecnologia (PDCT) é um projecto do Governo de Angola cujo impacto esperado é a contribuição para a diversificação da economia angolana, através da inovação científica e tecnológica. Considerando a insuficiência de recursos humanos qualificados, um dos objectivos do PDCT, em execução pelo Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI), é a atribuição de 155 bolsas de estudo de pós-graduação. Assim, em Março de 2022 foi assinado um contrato entre o PDCT e a Universidade de Lisboa (ULisboa), Portugal, para a formação avançada de professores universitários e investigadores científicos angolanos, por meio de atribuição de Bolsas de Doutoramento e de Pós-Doutoramento. Adicionalmente, foram assinados contratos entre o PDCT e cada um dos bolseiros, seleccionados pela Comissão de Avaliação. As referidas bolsas de Doutoramento e de Pós-Doutoramento têm uma duração máxima de 4 e 1 anos, respectivamente. Assim, com o objectivo de i) auscultar a Reitoria da ULisboa e os bolseiros do PDCT para perceber as circunstâncias, os êxitos, os desafios e as suas preocupações, ii) alinhar procedimentos no âmbito dos contratos assinados e iii) estabelecer acções para resolver os desafios encontrados, uma delegação do PDCT-MESCTI deslocou-se à ULisboa entre 18 e 20…
Ler mais ...

Lançamento do Mestrado em Engenharia Informática da UKB

O Instituto Politécnico da Universidade Katyavala Bwila (UKB) realizou, no dia 19 de Janeiro de 2024, em Benguela, o acto solene de lançamento da primeira edição do curso de Mestrado em Engenharia Informática, subvencionado pela União Europeia, no âmbito do Programa UNI.AO. O acto de lançamento foi prestigiado com a presença do Director Nacional do Ensino Superior, Prof. Doutor José Luís Alexandre, do Magnífico Reitor da UKB, Prof. Doutor Albano Ferreira, da Representante do Governo provincial de Benguela, Directora para Mobilidade e Tráfego Urbano, Cátia Cachuco, do Representante do Programa UNI.AO, Dr. Osvaldo Varela, da Administradora do Município da Catumbela, Kátia Teixeira, do Coordenador do referido curso, Prof. Lázaro Makili, dos Representantes das Universidades Parceiras, distintos Docentes e Discentes, entre outros convidados. Na sua intervenção, o Representante do programa UNI.AO, Dr. Osvaldo Varela, disse que a província de Benguela possui um enorme potencial industrial e de serviços, a sua exploração sustentável requer profissionais competentes e altamente qualificados nos vários domínios da actividade económica e, em particular, no domínio das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), identificados como prioritárias para o desenvolvimento de Angola e para a estratégia do governo angolano de acelerar a transformação digital. “A estratégia de diversificação económica…
Ler mais ...

Mais dois cursos subvencionados pelo UNI.AO abertos no Huambo

O acto de abertura dos cursos de Doutoramento em Tecnologia Agroalimentar e Mestrado em Ciências Florestais e do Ambiente, decorreu no auditório da Faculdade de Ciências Agrárias da Universidade José Eduardo dos Santos (UJES). Estiveram presentes no acto o Director Nacional do Ensino Superior, Prof. Doutor José Luís Alexandre, a Magnífica Reitora da UJES, Profª. Doutora Virgínia Quartin, Embaixadora da União Europeia em Angola, Sra. Rosário Bento Pais, Coordenadora do Programa UNI.AO, Sra. Miriam Bacchin, a Decana da Faculdade de Ciências Agrárias, o Prof. Doutor Ambrósio Fortunato de Almeida, os representantes das Universidades parceiras, Coordenadores dos cursos, docentes e discentes dos referidos cursos e outras personalidades. Estes dois cursos juntam-se aos outros quatro que já arrancaram, fazendo um total de 6 projectos da UJES, financiados pela União Europeia no âmbito do Programa UNI.AO, o que representa um terço dos cursos seleccionados através do primeiro Edital para atribuição de subvenções . Bem-haja aos estudantes!
Ler mais ...

PDCT: Anúncio de Assinatura de Adenda N°3 do Contrato: Equipamento de Laboratório de Escolas Secundárias, incluindo a sua Instalação e Formação de Utilizadores

REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DO ENSINO SUPERIOR, CIÊNCIA TECNOLOGIA E INOVAÇÃO PROJECTO DE DESENVOLVIMENTO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA ANÚNCIO DE ASSINATURA DA ADENDA N°3 DO CONTRATO N° PDCT-G005/ICB/2020 O Projecto de Desenvolvimento de Ciência e Tecnologia (PDCT) é um projecto do Governo de Angola, em execução pelo Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI), financiado em 90% através de um empréstimo do Banco Africano de Desenvolvimento (DP n.°11/16, de 25 de Janeiro). O PDCT é de âmbito nacional e visa contribuir para a diversificação da economia através da inovação científica e tecnológica. Especificamente, o PDCT envolve o i) apoio às actividades de investigação científica nos domínios prioritários para a diversificação da economia e a ii) criação de um ambiente favorável à ciência, tecnologia e inovação. Um dos objectivos do PDCT é equipar 54 laboratórios de física, química e biologia em 18 escolas secundárias, 1 por província. Adicionalmente, o objectivo é formar os professores e técnicos na manutenção e utilização dos equipmentos de laboratório fornecidos. Assim, foi contratado um consórcio por Concurso Público Internacional (clique aqui ver o Anúncio de Adjudicação). Considerando a necessidade de permitir, caso seja necessário, pagamentos antecipados para serviços de instalação e de formação, foi…
Ler mais ...

PDCT: Solicitação de Manifestação de Interesse - Serviços de Auditoria Financeira ao PDCT 2023-2025

REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DO ENSINO SUPERIOR, CIÊNCIA TECNOLOGIA E INOVAÇÃO PROJECTO DE DESENVOLVIMENTO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA SOLICITAÇÃO DE MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE (SERVIÇOS DE CONSULTORIA - EMPRESAS) REOI NºPDCT-C030/LCS/2023 PAÍS: REPÚBLICA DE ANGOLA NOME DO PROJETO: PROJECTO DE DESENVOLVIMENTO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA (PDCT) ID DO PROJETO: P-AO-IAO-006 Nº DO EMPRÉSTIMO: 2000130014332 DESCRIÇÃO: Serviços De Auditoria Financeira ao PDCT DATA: 21 de Dezembro de 2023 A República de Angola recebeu financiamento do Banco Africano de Desenvolvimento para custear o Projecto de Desenvolvimento da Ciência e Tecnologia (PDCT) e tenciona aplicar parte do valor acordado neste empréstimo aos pagamentos ao abrigo do contrato de Serviços de Auditoria Financeira ao PDCT. Os serviços incluídos nesta consultoria são a realização de uma auditoria externa das demonstrações financeiras do projecto, especificamente: i) obter garantia razoável sobre se as demonstrações financeiras como um todo estão livres de distorção relevante, seja devido a fraude ou erro, permitindo assim ao auditor expressar uma opinião sobre se as demonstrações financeiras foram elaboradas em todos os aspectos relevantes, de acordo com uma norma financeira aplicável; e ii) relatar sobre as demonstrações financeiras do projecto e comunicar, conforme exigido pela Norma Internacional de Auditoria (ISA), de acordo com as…
Ler mais ...

PDCT: Anúncio de Assinatura - Adenda N°1 do Contrato: Construção do Parque de Ciência e Tecnologia de Luanda

REPÚBLICA DE ANGOLA MINISTÉRIO DO ENSINO SUPERIOR, CIÊNCIA TECNOLOGIA E INOVAÇÃO PROJECTO DE DESENVOLVIMENTO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA ANÚNCIO DE ASSINATURA - ADENDA N°1 DO CONTRATO N° PDCT-W003/ICB/2022 O Projecto de Desenvolvimento de Ciência e Tecnologia (PDCT) é um projecto do Governo de Angola, em execução pelo Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI), financiado em 90% através de um empréstimo do Banco Africano de Desenvolvimento (DP n.°11/16, de 25 de Janeiro). O PDCT é de âmbito nacional e visa contribuir para a diversificação da economia através da inovação científica e tecnológica. Especificamente, o PDCT envolve o i) apoio às actividades de investigação científica nos domínios prioritários para a diversificação da economia e a ii) criação de um ambiente favorável à ciência, tecnologia e inovação. Uma das 3 componentes do PDCT é o "Apoio às actividades de investigação científica", na qual se inclui a construção e apetrechamento do Parque de Ciência e Tecnologia de Luanda. Assim, foi contratada uma empresa por Concurso Público Internacional (clique aqui ver o Anúncio de Adjudicação). Considerando a necessidade de trabalhos adicionais foi assinada a Adenda N°1. Clique aqui para baixar o respectivo Anúncio de Assinatura de Adenda.
Ler mais ...

Aberto o Curso de Doutoramento em Ciências Do Mar e do Ambiente da Universidade Agostinho Neto

A Faculdade de Ciências Naturais da Universidade Agostinho Neto (UAN) realizou hoje, 12 de Novembro de 2023, o acto de abertura do curso de Doutoramento em Ciências do Mar e do Ambiente, subvencionado pela União Europeia, no âmbito do Programa UNI.AO.

O acto contou com a presença do Director nacional do Ensino Superior, Prof. Doutor José Luís Alexandre, do Magnífico Reitor da UAN, Prof. Doutor Pedro Magalhães, da Decana da Faculdade de Ciências Naturais, Prof.ª Doutora Maria Amélia da Silva, da Representante da Delegação da União Europeia, Sra. Isabel Emerson, da Coordenadora do Programa UNI.AO, Sra. Miriam Bacchin, da Coordenadora do curso de Doutoramento em Ciências do Mar e do Ambiente, Prof.ª Doutora Lueji Pestana, de docentes e discentes do referido curso, entre outros convidados.

Na sua intervenção, Pedro Magalhães informou que o objectivo Geral do Programa deste doutoramento é promover a formação avançada, multi e interdisciplinar de doutores nas áreas científicas de Ciências do Mar e Ciências do Ambiente, dedicando-se a estudos fundamentais e aplicados nas áreas do crescimento azul, que fomentem a economia do mar, incluindo aspectos relacionados com pescas, aquacultura, qualidade da água, saneamento e ambiente, de forma a contribuir transversalmente para os Objectivos do Desenvolvimento Sustentável, para além de desenvolver capacidade científica e de resposta a desafios ao mais alto nível, habilitando os futuros doutorados a criar um grupo de investigação em áreas de ponta ou aplicar o conhecimento em inovação que responda aos desafios societais do Desenvolvimento Sustentável, integrando-se no tecido produtivo ou institucional e contribuindo para o bem-estar das populações, em respeito pelo ambiente terrestre e marinho onde se inserem.

A Coordenadora do Programa UNI.AO, Sra. Miriam Bachin, mostrou-se regozijada com o momento, e satisfeita por testemunhar o lançamento do curso de Ciências do Mar e do Ambiente, que é o segundo Doutoramento da Faculdade de Ciências Naturais. Desejou sucessos aos doutorandos e que todos aproveitem ao máximo essa oportunidade para o crescimento profissional e para participar no desenvolvimento do país.

A Coordenadora do curso, Professora Doutora Lueji Pestana fez saber que este curso tem como missão formar profissionais com a capacidade de realizar investigação original e autónoma, numa perspectiva original ou aplicada, através da aquisição de competências e dos métodos de investigação dessa área, contribuindo simultaneamente para o progresso científico, em contexto académico ou profissional.

Esta primeira edição do curso de Doutoramento em Ciências do Mar e do Ambiente conta com 10 estudantes, nas especialidades de Ciências Biológicas, Ciências do Mar, Tecnologias do Ambiente e Água, Tecnologias em Pescas e Aquacultura, e com a parceria da Universidade do Namibe e da Universidade do Algarve.

Ler mais ...
Assinar este feed RSS

Links Úteis

Links Externos

Contactos

Redes Sociais