Menu
Portal Ciencia.ao

Portal Ciencia.ao

Conheça o Programa UNI.AO

  • Publicado em UNI.AO

O programa UNI.AO financiado pela União Europeia (13 Milhões de Euros), apoia o sistema de ensino superior angolano na produção de conhecimentos e promoção da inovação. Este programa é implementado pela agência de cooperação técnica francesa, Expertise France, com uma duração de 5 anos (2019- 2024), através da criação de novos cursos de pós-graduação, fundos para investigação e capacitações em áreas relevantes. O UNI.AO pretende contribuir para a formação de quadros melhor qualificados para enfrentar os desafios actuais e futuros do País.

As actividades do UNI.AO mostram plena consonância com a estratégia Angola 2025, o Plano de Desenvolvimento Nacional (PDN) 2018-2022, o Plano Nacional de Formação de Quadros (PNFQ) e as prioridades estabelecidas no Programa Indicativo Nacional 2014-2020, bem como, no acordo de cooperação intitulado «Caminho Conjunto Angola-União Europeia», no qual o ensino superior foi identificado como área prioritária.

O UNI.AO, com um apoio directo do Ministério de Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI) e às Instituições do Ensino Superior (IES), visa aumentar a diversificação económica e a criação de empregos em sectores prioritários.

O programa comporta 3 objectivos específicos, nomeadamente:

  • Reforçar a governação do ensino superior para que seja promovida a investigação científica em sectores prioritários para Angola; 
  • Aumentar a especialização e o reconhecimento das instituições de pós-graduação;
  • Aumentar a igualdade no acesso à pós-graduação e progressão na carreira para os grupos vulneráveis.

 

Principais actividades a serem desenvolvidas ao longo dos 5 anos do programa UNI.AO:

Objectivo 1

  • Capacitação do MESCTI na área da gestão da informação e criação de um sistema de informação integrado;
  • Reforçar mecanismos de garantia de qualidade e aprovação ágil de cursos de pós-graduação;
  • Desenvolvimento de orientações estratégicas para pós-graduação;
  • Promoção de cursos de capacitação em gestão do Ensino Superior;
  • Apoio à investigação e inovação através de um fundo específico;
  • 300 bolsas de mestrado e doutoramento em universidades angolanas. 

 

Objectivo 2

  • Realização de um diagnóstico sobre a pós-graduação em Angola (os recursos humanos, financeiros e as áreas dos cursos) de forma a definir uma estratégia de desenvolvimento e boas práticas de gestão;
  • Acompanhamento e capacitação das IES na elaboração de projectos para especialização a nível da pós-graduação;
  • Lançamento de 2 editais em 2021 e 2022 para financiar projectos de cursos de pós-graduação;
  • Apoio técnico para a implementação dos projectos seleccionados;
  • Apoio a criação de redes regionais e parceiras de investigação e ensino Sul-Sul e Norte-Sul entre instituições a nível de pós-graduações;
  • Promoção de parcerias com o sector privado.

 

Objectivo 3

  • Elaboração de um diagnóstico sobre o acesso à pós-graduação dos grupos vulneráveis;
  • Elaboração de um plano de acção para que mais mulheres e pessoas de grupos vulneráveis realizem estudos de pós-graduação;
  • Campanhas de sensibilização para facilitar o acesso a informação sobre escolha dos estudos, bolsas de estudo e progressão na carreira pós-graduada;
  • Promoção da melhor articulação entre empresas de sectores prioritários e cursos de pós-graduação;
  • Dinamizar as Associações de Estudantes através de eventos pontuais de diálogo entre empresas privadas e universidades.

Guia de Orientação Prático para Minimizar os Efeitos do Confinamento em Período de Quarentena

1ª- Preparação Anímica

É imperativo ter consciência que o mal existe e seguir as instruções de higiene estabelecidas pelas autoridades sanitárias. A primeira coisa que se recomenda as pessoas em quarentena é ter em mente que este problema teve um inicio e certamente terá um fim que será positivo em função do nosso comportamento.

 

2ª - Gerir a informação

É muito importante confiar nas autoridades sanitárias e nas informações clínicas oficiais e não prestar atenção ao boatos e opiniões de natureza especulativa.

 

3ª - Auto-avaliarmo-nos sem projectar nos outros

Quando estamos a travar importantes batalhas internas como as que surgem nesta fase de quarentena, lidar com as nossas próprias angústias, os medos os medos despertados pela incerteza e sensação  de falta de controlo é difícil compartilhar algo diferentes das demandas ou conflitos que falam do nosso desejo de que o outro faça algo que ajude a acalmar o que sentimos. Por outras palavras o bem-estar e a tranquilidade são coisas que devemos procurar e encontrar em nós mesmos e não nos outros.

 

4ª- Ter um foco positivo

Não nos devemos concentrar no sentimento de imposição e de desamparo diante da ideia de não poder escolher. É uma boa oportunidade para voltar a nos questionar-mos sobre o que realmente importa nas nossas vidas. Recuperar o essencial, o contacto com as pessoas que amamos. (De forma directa ou virtual)

 

5ª- Educação e respeito

É possível que o confinamento nos obrigue a ficar-mos sozinhos, como parceiro (a), com os filhos, com outras pessoas e até com colegas e a receita é a mesma: “Ser suficientemente educado. Controlar as nossas manias, sendo benevolentes com as dos outros.

 

6ª- Rotinas essenciais

Estabelecer horários, organizadas e rotinas para dar sentido aos dias, para evitar a sensação de perda de tempo:

- Resgatar leituras

- Resolver questões pendentes

- Cuidar de si

 

7ª Evitar velhos e novos conflitos

A vida do casal torna-se mais complicada na situação de confinamento, porque quando passamos muito tempo juntos, assim como durante as férias surgem problemas pendentes. As vezes a reunião é positiva do ponto de vista afectivo. Outras vezes os assuntos pendentes podem abrir a “ porta para conflito”. Diante de tal perspectiva Sanchez Martin enfatiza a necessidade de ser extremamente educados e respeitosos.

 

8ª- Formar equipa

Temos de nos lembrar que este “faça algo para que eu me sinta melhor” muitas vezes não é possível pois que ambos estão numa situação difícil e devem reservar um tempo para observar o que está a acontecer connosco em vez de culpar os outros ou usa-los como “bodes expiatórios” Este pequeno exercício mental pode transformar o confinamento numa espécie de terapia.
Esta é a oportunidade para formarmos uma equipa, de nos colocar-mos do mesmo lado, de compartilhar-mos como é que nos estamos a sentir com tudo isto e encontrar alguém ao lado que nos escute, que nos fale também da sua  experiencia, e finalmente nos acompanhe (villaumbrales).

 

9- Interiorizar Que Existe a Vida lá fora

As novas tecnologias frequentemente vilipendiadas podem ajudar muito nesta fase de quarentena (Watsapp, Skipe Facebock Istagram)  servem para que nos comuniquemos com as outras pessoas e evitemos a sensação de isolamento. “ é aconselhável a fazer  videochamadas com as pessoas de que gostamos e compartihar a experiencia com eles” (Villaumbralles)

 

10- Importância da expressão amorosa

“A única verdade desta vida e a única força é o amor

O patriotismo é amor e a amizade é amor

O amor é delicadeza é esperança fina é merecimento e é respeito

O amor é o laço entre os homens, é o modo de ensinar, é o centro do mundo

Tal como uma árvore o amor há-de passar de semente a arbusto, a flor e a fruto

Com o amor renasce a esperança”

José Martí

 

A expressão amorosa manifesta-se antes demais por:

- Declarar

- Acarinhar

- Confiar

- Ceder

- Mostrar interesse através da ajuda neste momento difícil

- Apoiar/Preocupar-se com os outros

-  acolher

- Procurar pelos outros e quere-los por perto

- Sorrir (O sorriso é a manifestação dos lábios quando os olhos encontram o que o coração procura)

O valor de um sorriso

 

Não custa nada, mas cria muito.

Ele enriquece aqueles que o recebem, sem empobrecer aqueles que o dão.

Acontece rapidamente e a sua memória, as vezes dura para sempre.

Ninguém é tão rico que possa viver sem ele e existem pobres que se tornam ricos pelo seu sorriso

Dale Carnnegie

 

 

Referencias Bibliográficas:

OLIVEIRA, Margaret, temas em psicologia clínica, editora casa do psicólogo, 2006

ON LINE EDITORA E SAÚDE, On Line editora, guia tua saúde ed. 02 menopausa, On-line editora. Consulta em 29/04/2020.

QUEIROZ, Tânia, educar, uma lição de amor: como criar filhos em um mundo sem valores, editora gente liv e etd, 2016.

REZENDE, Denis. Planeamento estratégico para organizações privadas e públicas, editora brasport, 2008.

SALKOVSKIS, Paul, Fronteiras da terapia cognitiva, editora casa do psicólogo, 2005.

SAMPAIO, Daniel, lavrar o mar um novo olhar o relacionamento entre pais e filhos, Editora Leya,2012.

SERRA, Adriano, o stress na vida de todos os dias, 3ªedição, Revista e aumentada, editora gráfica de Coimbra Lda. Coimbra, 2011.

 

Autor: Amílcar Inácio Evaristo-Ph.D, Biólogo e Psicólogo, Professor Associado do ISCISA-UAN / Email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. / Telemovel: +244923670797

Oportunidade de Financiamento para a Ciência e Tecnologia - Editais 2020

A Direcção Nacional de Ciência e Investigação Científica do Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI) leva ao conhecimento de todos os interessados a compilação de editais para o financiamento de projectos de investigação científica, desenvolvimento tecnológico e inovação.

Os detalhes para a submissão de propostas deverão ser consultados nos endereços disponibilizados na coluna de links.

 

OPORTUNIDADES

1

UNESCO/ TWAS: FUNDAÇÃO ALEMÃ DE PESQUISA (DFG);  CNPq; CENTRO NACIONAL PARA AS CIÊNCIAS BÁSICAS SN. BOSE

a) Programa de Pós-graduação 2020, TWAS- CSIR

 

 

Prazo: 31 Julho 2020

 

https://opportunitydesk.org/2020/03/07/twas-csir-postgraduate-fellowship-programme-2020/

 

b) Programa de Visita de Cooperação

 

Prazo: 18 Maio 2020

https://twas.org/opportunity/twas-dfg-cooperation-visits-programme

http://www.gerit.org/en

 

c) Programa de Pós- doutoramento TWAS- SN BOSE (Índia)

 

Prazo: 31 Julho 2020

https://twas.org/opportunity/twas-sn-bose-postgraduate-fellowship-programme

 

d) Programa de Pós- graduação da TWAS-DBT

 

Data a anunciar

https://twas.org/opportunity/twas-dbt-postgraduate-fellowship-programme

2

 

CENTRO INTERNACIONAL DE FÍSICA TEÓRICA (ICTP)

a) Programa de Mestrado em Medicina Física 2020.

17 Maio 2020

 

https://www.ictp.it/about-ictp/media-centre/news/2020/2/mmp-apply.aspx

 3

FUNDAÇÃO BOUSTANY & UNIVERSIDADE DE HARVARD

 a) Bolsa para o curso de Mestrado, para o ano lectivo 2020/2021 com financiamento até USD 95.000

 

31 Maio 2020

https://www.boustany-foundation.org/scolarship-programs/MBA-Harvard

 4

 ADVANCE ÁFRICA: ASSOCIAÇÃO AMERICANA DE MULHERES UNIVERSITÁRIAS (AAUW) / ASSOCIAÇÃO AMERICANA DE PESQUISA EDUCACIONAL (AERA) 

 a) Bolsas Internacionais de Graduação e Pós-graduação para Mulheres

30 de Junho 2021

 

https://www.advance-africa.com/AAUW-International-Fellowships.html

 5

 ACADEMIA EUROPEIA DA SOCIEDADE PEDIÁTRICA

a) Submissão de Projectos para participação no 8º Congresso da Academia Europeia da Sociedade Pediátrica em Barcelona, Espanha

18 de Maio de 2020

https://eaps2020.kenes.com/

 

Participe na Votação do Nome para o "Programa de Apoio ao Ensino Superior"

O Programa de Apoio ao Ensino Superior é financiado pela União Europeia e implementado pela agência Expertise France com uma duração total de 60 meses (Dezembro de 2019 - Dezembro de 2024 _ 13 milhões de Euros). O programa apoia o Subsistema de ensino superior na produção de conhecimento e inovação com fundos para investigação, criação de novos cursos de pós-graduação e ensino de competências relevantes para formar mais quadros especializados, com o objectivo de aumentar a diversificação económica e a criação de emprego em sectores prioritários.

No âmbito do início do “Programa de Apoio ao Ensino Superior” (2019-2024), ao benefício do Ministério de Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, da Unidade Técnica de Gestão do Plano Nacional de Formação de Quadros e das Instituições de Ensino Superior e Instituições de Investigação Científica e Desenvolvimento angolanas, a Agência Expertise France lança um processo de votação para a selecção do nome do programa em causa.

O Programa tem 3 objectivos principais:

  1. Reforçar o alinhamento entre a governação e os instrumentos de política no domínio do ensino superior, no âmbito da especialização na investigação pós-graduada em sectores prioritários;
  2. Aumentar a especialização e o reconhecimento das instituições de pós-graduação;
  3. Aumentar a igualdade no acesso à pós-graduação e progressão na carreira para os grupos vulneráveis.

O nome escolhido será acompanhado de um logo-tipo que irá reflectir outras componentes do Programa. Como tal, convidamos a todos a participar no processo de votação do nome do programa, nas seguintes opções:

- GERAÇÃO MIRÁBILIS

- CAPACITA

- DINAMUS-ES

- GENIUS

- UNI AO

- SOPHIA (sabedoria)

 

Para votar, basta fazê-lo através da rubrica "pergunta do mês" ou então, clique Aqui.

 

Assinar este feed RSS

Links Úteis

Links Externos

Contactos

Redes Sociais